25 de fev de 2008

.

lá no céu restou o brilho da Lua.
aqui, a cidade não dorme e tudo se ilumina.
em você, algo nunca se apaga.

(Liliane M. A. Silva)

zarpar




Antes de entardecer o céu escureceu. Ao cairem as primeiras gotas d'água, da muita que fora guardada no céu, decidiu-se: organizar caravelas e em uma manhã clara, de chuva mansa, partir.
Buscar as Índias, atravessar oceanos de tempo e encontrar as Américas.
Vislumbrar o paraíso e descobrir-se em um inferno de milhares de pequenos pernilongos.
Escalavrar os pés ao carregar no próprio lombo as tantas caixas que um dia lhe pareceram preciosidades necessárias. Dormir sob um céu de estrelas e beber água pura.
Anoitecer desiludida. Acordar deslumbrada.
Encontrar os Astecas e desta vez escolher fazer outro laço: aprender sobre as estrelas, a não temer a ingenuidade, a ouvir o caminho. Entender o sacrifício e cantar aos deuses. Viver sabendo sobre o fim. Desejar além dos muros.
Escalar rochedos e lá de cima, um dia, ao morrer, dizer com o último suspiro: até aqui cheguei; feliz.



(Liliane M. A. Silva)

12 de fev de 2008

valeu a pena

a criança poeta ouviu:
"ouça o bonde passar".
curvas na sombra
céus lisérgicos
um lírio em broto
o poeta adulto descobriu:
"um só bonde passar".
desencanto

fissura das palavras
nesga de um outro mundo
badalo de sinos
os anjos sussurram amém.

(Liliane M. A. Silva)

10 de fev de 2008

.

manhã iluminada
silêncio do lado de fora
música em nós

4 de fev de 2008

Parceria com o site Psicossocial

Eu fui convidada a colaborar no site Psicossocial: http://www.psicossocial.com.br
Ele foi criado e organizado pelos psicólogos Augusto Campos, Augusto Galery e Natália Alves. Tem como objetivo divulgar e discutir o trabalho na área da Psicologia Social.
Como psicanalista interessada na Clínica Social e na preciosidade que significa a interlocução com outros saberes, aceitei o convite.
Vocês, e seus amigos, também estão convidados a conhecer e participar do site, seja no Fórum ou entrando em contato com um de nós.
Ampliar a rede de parcerias, fomentar a discussão e a produção teóricas sobre as possibilidades do nosso fazer. É tão bom quanto necessário.
Um abraço e sejam bem-vindos!

1 de fev de 2008

Oração por Lavínia

os poemas já estavam contados?
quem o fez?
Chronos?
Javé?
Buda?
ou a poetisa?
O definitivo se sustenta em quê?

Sacerdotisa da palavra
Se tornou senhora de si?
Submergiu o sem nome que a leva a escrever?

Que o pronto não se apronte.
Ponto.
E que não seja o final.

Ponto.
E que doa menos escrever.

Ponto.
Que o vulcão desperte.
Que lágrimas-asas
A façam planar acima das encostas
Pronta, para mais outros centos.


(Liliane M. A. Silva)

Meme da linha do Tempo

Eu recebi o convite do Rodolfo (Ecos Diversos). Muito bem: este é para contar (se quiser, como sempre. rs) o que fazíamos por aí quando a maioria de nós não nos conhecíamos ainda. Eu convido a Mel (Acertando Flechas), o Augusto e a Ana (AnGu) e a Clarisse (Transitórios) .... todos eles estão na lista de blogs ali do lado.

Perguntas e respostas respectivas:

1. O que você estava fazendo em 1978 (há 30 anos)?
de férias na roça. sonhando um dia morar sozinha, chegar em casa cansada do trabalho, atirar os sapatos longe e me deitar em uma poltrona de couro bem macia. (vai entender cabeça de criança né)

2. E em 1983, há 25?
me mudando para o Amazonas.

3. O que você estava fazendo em 1988?
estudava magistério. Além disto, eu voltei um namoro que já tinha destino certo (eu achava que seria casar e ter três filhos, mas era terminar de novo no ano seguinte. rs)

4. E em 1993?
Eu fazia Psicologia. E reencontrei o povo na Mocidade Espírita Joanna de Angelis.

5. O que estava fazendo há 10 anos?
Lecionando na UFMG. Procurando o fundo do poço; jurando que o amor da vez era o maior e o último em minha vida.

6. E há cinco?
Achando a borda do poço; já cantarolando: "mas é claro que o sol vai voltar amanhãããã, espera que o sol já vem. Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã (a gente sã no caso era eu), espera que o sol já vem"


*quero registrar que cinco anos atrás é muito tempo. A vida muda muito em muito menos tempo. O autor deste meme deve pensar que "agora é o maior e último" na vida dele. rs