26 de mai de 2007

Ao Hildo


“O que não sei fazer desmancho em frases.
Eu fiz o nada aparecer.
(Represente que o homem é um poço escuro.
Aqui de cima não se vê nada.
Mas quando se chega ao fundo do poço
já se pode ver o nada)
Perder o nada é um empobrecimento”
Manoel de Barros